Prece para os que estão envelhecendo

Ó Senhor, tu sabes melhor do que eu que estou envelhecendo a cada dia
E que um dia estarei velha.
Livra-me da tolice de achar que devo dizer algo em todas as ocasiões.
Livra-me do desejo enorme de pôr em ordem a vida dos outros.
Ensina-me a pensar sobre os outros,
A ajudar os outros,
Sem me impor sobre eles.
Apesar da enorme sabedoria que acumulei
(seria uma pena não passá-la para os outros!),
Tu sabes, Senhor, que eu desejo preservar alguns amigos…
Livra-me da tolice de querer contar todos os detalhes
E dá-me asas para voar diretamente ao ponto que interessa.
Ensina-me a fazer silêncio sobre doenças e dores.
Elas estão aumentando e, com isso,
A vontade de descrevê-las aumenta também a cada ano que passa.
Não ouso pedir o dom de ouvir com alegria as descrições das doenças dos outros.
Ensina-me simplesmente a suportá-las com paciência.
Ensina-me a maravilhosa sabedoria de saber que posso estar errada.
Mantenha-me o mais amável possível.
Não quero ser santa. É tão difícil conviver com os santos!
Mas um velho rabugento é obra-prima do diabo.
Ensina-me a descobrir talentos inesperados em outras pessoas
E dá-me, Senhor, o belo dom de dizer a eles
Que descobri os seus talentos.

Teresa de Ávila (1515–1592)

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Pensamentos e Citaçoes. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s